O Misterioso Caso de Elisa Lam

Elisa-Lam
Há mistérios que são tão assustadores e estranhos que eles surpreendem a mente por dias. O caso de Elisa Lam é um deles. Em fevereiro de 2013, esta estudante de 21 anos de idade, de Vancouver, no Canadá, foi encontrada morta dentro do tanque de água no último andar do Cecil Hotel, em Los Angeles.

O Departamento de Los Angeles classificou a morte como um “acidente devido a afogamento” e disse que nenhum vestígio de drogas ou álcool foram encontrados durante a autópsia. No entanto, há muito mais nessa história do que aquilo que está implícito nos relatórios policiais. A primeira evidência que precisa ser considerada é uma gravação de vigilância do elevador que registrou o comportamento de Elisa alguns momentos antes de perder a sua vida.

O vídeo abaixo postado no YouTube mostra Elisa pressionando alguns dos botões do elevador e esperando que ele se mova. Vendo que as portas do elevador não estavam se fechando, ela começa a se comportar de modo ‘curioso’ (leia-se: um tanto quanto bizarro):

Primeiro, Elisa entra no elevador e, aparentemente, pressiona alguns botões. Ela, então, espera que algo aconteça, mas por alguma razão, a porta do elevador não fecha. Ela começa a olhar em volta, como se estivesse esperando por (ou escondendo de) alguém.

Às 01:57,  ela parece estar falando com alguém ou alguma coisa … ou nada. Ela, então, vai embora.  Depois de um tempo a porta se fecha e, em seguida, o elevador parece começar a trabalhar novamente.

Logo após os eventos do vídeo, Elisa aparentemente ganhou acesso ao último andar do hotel, subiu para o reservatório de água, onde haviam 4 tanques com quase 2,5 metros de altura e 1,2 de diâmetro e, de alguma forma, acabou se afogando nele.

Segundo os informes, apesar de as caixas d’água estarem com as aberturas destrancadas, o interior era de difícil acesso e protegido por um sistema de alarme, para que nenhum engraçadinho entrasse lá.

 

elisa-lam-body

 

Ninguém sabe explicar como é que Lam foi parar dentro de uma delas. Aliás, foi necessário cortar a estrutura para retirar o corpo que foi encontrado duas semanas depois de sua morte, quando os hóspedes do hotel reclamaram sobre o gosto da água e da cor.

A pergunta que não quer calar: Como ela entrou lá sem que o alarme disparasse e como ela fechou a tampa do reservatório sozinha?

Ao ver as imagens de vigilância, a maioria das pessoas diriam que ela estava sob a influência de drogas. No entanto, Elisa não tinha um histórico de uso de drogas e sua autópsia, que o exame toxicológico deu negativo.

Apesar das autoridades que investigaram a morte acreditarem que Elisa sofria de transtorno bipolar, há quem aposte em opções mais sinistras para explicar o fim da canadense. Isso porque o Cecil Hotel já foi palco de inúmeros acontecimentos estranhos, envolvendo mortes acidentais, suicídios e assassinatos.

Há inclusive, o caso de Elizabeth Short, que foi morta em 1947 e ficou conhecida como “Dália Negra”. A moça teria passado pelo estabelecimento antes de desaparecer e seu assassinato estaria ligado a uma série de aspectos macabros, como rituais satânicos.

 

Elisa

Cecil Hotel – História Sombria

Construído em 1920 para atender aos “empresários que vêm para a cidade e passam uma ou duas noites”, o Cecil Hotel foi rapidamente ofuscado por mais hotéis glamourosos.

O hotel começou a alugar quartos por preços baratos a longo prazo, uma política que atraiu pessoas “suspeitas“. A reputação do hotel rapidamente passou de “suspeito” para “mórbido“, quando se tornou notório por inúmeros suicídios e homicídios, assim como o alojamento de famosos serial killers.

“Parte de sua história sórdida envolve dois assassinos em série, Richard Ramirez e Jack Unterweger.

Agora, no corredor da morte, Ramirez, rotulado como “The Nightstalker”, estava vivendo no Cecil Hotel em 1985, em um quarto do andar superior. Ele foi cobrado 14 dólares por noite. Em um prédio cheio de temporários, ele permaneceu despercebido enquanto perseguia e matava suas 13 vítimas do sexo feminino.

“Jack Unterweger, era um jornalista que cobria o crime em Los Angeles para uma revista austríaca em 1991. “Acreditamos que ele estava vivendo no Hotel Cecil em homenagem ao Ramirez”. Ele é acusado de matar três prostitutas em Los Angeles, apesar de ser um hóspede do Cecil.

Nos anos 50 e 60, o Cecil era conhecido como um lugar em que as pessoas saltavam para fora das janelas do hotel para cometer suicídio.

Helen Gu, em seus 50 anos, pulou de uma janela do sétimo andar, caindo contra a marquise do Cecil Hotel, em 22 de outubro de 1954.

Julia Moore
pulou da janela de seu quarto no oitavo andar em 11 de fevereiro de 1962.

Pauline Otton, 27 anos, pulou de uma janela do nono andar após uma discussão com seu ex-marido, em 12 de outubro de 1962. Otton caiu sobre George Gianinni, 65 anos, que estava andando na calçada ao  lado, a 90 metros abaixo. Ambos foram mortos instantaneamente.

Há também um assassinato de um dos moradores. “Pigeon GoldieOsgood, um operador de telefonia aposentado, conhecido por proteger e alimentar pombos em um parque nas proximidades, foi encontrado morto em seu quarto saqueado em 4 de junho de 1964. Ele havia sido esfaqueado, estrangulado e estuprado. O crime continua sem ser solucionado.”

 – Las Vegas The Guardian Express, Elisa Lam, A História Mórbida de dois Assassinos em Série se Desenrola no “Cecil Hotel”.

 

 

Black Dahlia, Elizabeth Short, é dita, em pelo menos um livro, ter passado no Cecil e bebido no bar ao lado antes de desaparecer em 1947, embora os historiadores culturais Kim Cooper e Richard Schave da Esotouric dizerem que isso é apenas rumor.

– LA Observed , Serial Killer Central 

…..

 

Há Controversa!

Segundo um relato encontrado no Youtube, Lam estava sob efeito de certas substâncias: Venlafaxina e Bupropiona metabolizada. São medicamentos que podem causar episódios psicóticos, inclusive alucinações em pacientes bipolares.

Segue vídeo ( em inglês ):

…..

 

Se gostou do caso abordado, confira a explicação do Dr. Douglas James Cottrell nos vídeos a seguir ( em inglês ):

Parte 1:

Parte 2:

…..

elisa lam dark water

Filme?

A história de Elisa Lam é assustadoramente semelhante ao filme de terror de 2005 “Água Negra“. Dahlia, a principal protagonista do filme, se muda para um apartamento com sua filha Cecília.

No novo apartamento, Dahlia percebe uma água escura vazando do teto de seu banheiro. Ela finalmente descobre que uma jovem chamada Natasha Rimsky afogou-se em um tanque de água no último andar do edifício, o que causou a água ficar preta.

 

Fontes:
Danizudo
FatosDesconhecidos
FalaFil
MegaCurioso
MisterioMania

Um comentário sobre “O Misterioso Caso de Elisa Lam

  1. Caracas man .. Ate ia fala dorgas tbm mas vi que os resultados dos médicos deu negativo .. Mas o mas importante e não se ela estava com substancias no corpo e sim como ela foi para dentro do tanque .. Sendo que ela tem alarme e aquela tampa teve pesa horrores…

    Sinistro man

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s